Categoria: Futsal

Infantis em jogo amigável com o CS S.João

No passado Sábado passámos uma bela tarde em Pé de Cão, onde os nossos jogadores infantis, que infelizmente não têm possibilidade de competir no seu escalão esta temporada, tiveram a oportunidade de jogar com a equipa local, o CS S.João e ainda ter a oportunidade de assistir a um jogo da 1ª Liga, entre o CS São João e o Modicus.

Desde já o nosso agradecimento ao CS S.João pelo convite, em especial ao Mister Alcides Lopes e também ao André, treinador da equipa de infantis.

Traquinas conseguiram primeira vitória

Os nossos Traquinas, foram neste Domingo a Coimbra, jogar mais uma Jornada do Troféu Distrital de Traquinas da A.F.Coimbra, e conseguiram vencer o seu primeiro jogo diante do Miro e de goleada, por 11-0. No outro jogo, diante da equipa da casa, o União 1919, uma equipa mais forte e mais “experiente”, perderam por 6-1.

Seniores vencem e são líderes

A nossa equipa sénior de Futsal, goleou no passado Sábado a equipa do Meãs por 9-2 e lidera assim a Liga de Futsal INATEL, reforçando o estatuto de favorit, para assim renovar o título de Campeão Distrital de Coimbra, embora ainda falte muito campeonato pela frente.

Serpinense deu falta de comparência

Seniores de futsal venceram, por falta de comparência da equipa de Serpins, que julgava que o jogo se realizava ás 19:00h e não ás 21:00h, como estava calendarizado. Tinha havido um acordo prévio entre os dois clubes para antecipar o jogo para as 19h, mas não fora oficializado por parte do clube de Serpins no INATEL. O Grupo Desportivo demarca-se de quaisquer responsabilidades no sucedido, pois foi o clube visitante que não cumpriu com aquilo que está estipulado pelos regulamentos da Fundação INATEL.

Iniciados sofreram goleada

Sabíamos das dificuldades que íamos encontrar e das diferenças quer físicas quer de experiência competitiva dos atletas das duas equipas, e o resultado só surpreende a quem não conhece as equipas ou não viu o jogo. Esta equipa do Vila Verde ‘B’ é composta por excelentes jogadores e forma também um bom colectivo, sendo tremendamente eficaz na hora de finalizar, tal como o número de golos marcados o indica, sendo de longe o melhor ataque da prova, com mais de 80 golos marcados. Apesar de tudo, podíamos ter feito muito melhor do que aquilo que fizemos, pois cometemos demasiados erros, nomeadamente na 1ª parte, quando ainda estávamos “dentro do jogo” e não soubemos aproveitar as oportunidades de que dispusemos. A rotação da equipa, com muitos infantis a dar o seu contributo e ter alguns minutos, contribuíram para o avolumar natural do marcador. 1-10 foi demasiado penalizador para os nossos jovens.